Termos de uso | Política de Privacidade | Fale Conosco
Página Inicial

 

Usuários Cadastrados:
Hoje: 0
Ontem: 0
Total: 1138
Último: JAIKABULO

Quem está online:
Visitantes : 1
Usuários : 0
Total: 1
Listar Usuários [pop-up]

Cadastre seu e-mail e receba gratuitamente as novidades

Entrar

Google
 
Cotidiano : 
Enviado por Alguiberto Morais em 14/10/2007 17:40:00 (37366 leituras) Notícias do mesmo autor

Pesquisado no Google - Acho que todos se lembram do desenho Caverna do Dragão. Uma meninada brincando em um parque de diversões acaba indo para um mundo paralelo. Onde eles precisam enfrentar vários desafios e um super-vilão, o Vingador. Na tentativa de voltar para o mundo real são ajudados, e as vezes atrapalhados, pelo Mestre dos Magos.

Durante muito tempo se discutiu sobre metáforas da estória (o desenho nunca chegou ao fim, ninguém sabe qual era a intenção final da estória). Alguns dizem que os meninos estariam mortos e o diabo (Vingador e Mestre dos Magos, na realidade a mesma pessoa) estaria se divertindo com eles. Meio Dark para um desenho infantil.



Por Pablo Miyazawa - Na edição 3 da HERÓI 2000, em 1999, publicamos uma matéria exclusiva sobre o verdadeiro final do desenho Caverna do Dragão. O assunto era bastante polêmico porque acabou se tornando uma lenda na Internet (que [BIP] até hoje, aliás), com diversas discussões sobre o que teria acontecido com os jovens heróis da animação. As especulações eram gigantescas: havia quem afirmava que eles tinham morrido e ido para o inferno, que o Vingador era aliado do Diabo, que Uni era um ser maligno e coisas assim. Boa parte dessas dúvidas surgiram porque a série não teve seu final produzido, pois foi cancelada antes.

Assim, tivemos a idéia de averiguar melhor o que realmente teria acontecido aos personagens. Assim, Pablo Miyazawa foi a fundo na investigação e conseguiu falar com os próprios roteiristas do desenho que revelaram tudo o que todos queriam saber. O roteiro final, mostrando o encerramento de Caverna do Dragão, foi escrito em 1985, então está completando agora vinte anos. Para comemorar, republicamos agora novamente a reportagem. Acompanhe:

MORTOS NO INFERNO

O ano é 1986. A mania dos RPGs (Role Playing Games) ainda era pouco conhecida no Brasil, mas o nome Dungeons & Dragons - o jogo mais importante do gênero - começava a surgir por aqui, na forma de um desenho animado exibido pela Globo. Batizado de Caverna do Dragão, a animação ganhou fãs e logo tornou-se um dos mais populares da época. Para quem não se lembra, a série mostrava as aventuras de Hank, Bobby, Eric, Presto, Sheila e Diana, seis jovens que foram transportados para um mundo paralelo enquanto brincavam em um parque de diversões. Acompanhadas pelo unicórmio, Uni, e ajudados (nem sempre) pelo misterioso Mestre dos Magos, os heróis tentavam exaustivamente retornar para casa, enfrentando no caminho o maligno Vingador e Tiamat, o dragão de cinco cabeças.

Produzido de 1983 a 86 pela Marvel Films em conjunto com a Dungeons & Dragon Corp., o desenho foi exibido pela CBS dos EUA. Depois de três temporadas e 27 episódios, a série foi encerrada sem uma explicação ou um final conclusivo. Hoje, quase quinze anos depois (esta matéria original é de 1999, lembre-se), alguns boatos começaram a circular pela Internet sobre a existência de um "verdadeiro" episódio final do desenho. Entre as muitas versões da história, a que mais deu o que falar é a que dizia que os seis heróis morreram e foram para o inferno.

MESTRE DOS MAGOS É O DEMO

A história é tão sinistra que é difícil não se surpreender. Segundo o boato, o dragão Tiamat seria na verdade um anjo, enviado para dizer que os garotos nunca conseguiriam retornar ao seu mundo... porque eles estariam mortos. Após um acidente fatal na montanha-russa, Hank e seus amigos teriam morrido e destinados a permanecer para sempre no inferno. Lá eles estariam sendo vítimas das maldades do Demônio, que aparecia ora na forma de Vingador, ora na forma de Mestre dos Magos. Para auxiliar seu trabalho, o Coisa-ruim tinha a ajuda de Uni, que sempre impedia os garotos de retornar para a Terra. Esta trama macabra foi amplamente divulgada na Internet e tão bem contada que muita gente passou a tomá-la como sendo verdadeira. Para acabar com as dúvidas, a HERÓI 2000 conversou com dois roteiristas e o criador do desenho, que concordaram em uma coisa: é tudo papo furado!

Gary Gyrax, produtor e criador de Caverna do Dragão, é quem define: "Não há verdade alguma nisso. Nenhum episódio assim foi produzido. Tiamat não é um anjo e nem ajuda de maneira nenhuma". Já Mark Evanier, um dos roteiristas da série, é mais enfático: "Isto é completamente falso! Apesar de vários finais possíveis terem sido discutidos, nenhum último episódio foi realmente produzido". O escritor Michael Reaves, roteirista de oito episódios, completa: "Caverna do Dragão foi um desenho muito sombrio para sua época - tanto quanto é Gárgulas hoje. Nós o levamos o mais longe possível para um programa infantil". Apesar de Caverna ter sido um desenho à frente de seu tempo, Reaves diz que não haveria chance nenhuma de uma história deste tipo ter ido ao ar: "Os garotos não ficaram presos no inferno, nem o Mestre dos Magos é o demônio ou coisa parecida. Essa história toda é absurda", diz. Mas então, qual é a verdade afinal?

O VERDADEIRO FINAL

Ao final do terceiro ano da série, a CBS decidiu colocar no ar um episódio que encerrasse a temporada. Michael Reaves escreveu aquele que pode ser considerado o verdadeiro último capítulo da série: "Requiem. "Este episódio foi escrito de forma que tivesse um duplo sentido, ambíguo e triunfante: se o desenho não continuasse, o final seria satisfatório; se continuasse, o episódio serviria de trampolim para uma nova direção".

Reaves finalizou o roteiro de "Requiem" em maio de 1985. Para sua surpresa (e a de todos), a série foi encerrada bruscamente e este roteiro acabou nunca saindo do papel. Gary Gyrax explica o fato: "Em 85, a equipe do desenho se reuniu com os executivos da Marvel (uma das produtoras também) e da CBS e foi decidido que a animação continuaria na temporada seguinte. Os seis garotos - mais velhos e experientes - seriam chamados de volta ao mundo da Caverna do Dragão pelo Mestre dos Magos. "Três scripts do desenho foram feitos e eu até aprovei um deles. Mas algumas dificuldades surgiram. A D&D Corp. fechou e a CBS junto com a Marvel decidiu não continuar mais. A nova série acabou cancelada antes mesmo de ser produzida". Caso resolvido e encerrado.

O FINAL QUE NINGUÉM VIU

"Requiem" pode ser considerado o verdadeiro final de Caverna do Dragão. Escrito há quase quinze anos, a história traz algumas revelações surpreendentes e um desfecho que certamente agradaria os fãs. "Eu gostaria que o episódio se chamasse "Redemption" ("Redenção"), mas a emissora achou que este nome dava muito na cara", diz Michael Reaves. Com a série cancelada, o roteiro nem chegou a virar desenho. Veja o resumo da aventura:

O episódio inicia com os seis garotos enfrentando uma hidra. O Mestre dos Magos aparece durante a briga mas se recusa a ajudá-los, o que causa estranhamento geral. Mais tarde, o Vingador surge e apresenta uma maneira para a turma voltar ao seu mundo: encontrar uma chave escondida e arremessá-la em um abismo. A proposta faz o grupo se dividir em dois (Eric, Presto e Sheila de um lado e Hank, Bobby, Diana e Uni do outro). Após quase morrerem em um vulcão, eles se juntam novamente e encontram a tal chave dentro de um sarcófago com a imagem do Vingador. Ao serem atacados por uma ameba gigante, Eric usa a chave em uma fechadura e salva seus amigos da morte certa. Isso faz o Vingador se transformar em sua forma real (um cavaleiro) e se revela filho do Mestre dos Magos. Com o vilão libertado, os garotos ganham a opção de voltar para seus lares. O episódio termina sem o espectador saber se eles retornaram ou não para a Terra, deixando aí o espaço para uma continuação na temporada seguinte."

Classificação: 8.00 (25 votos) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
29/07/2014 19:10:00 -
06/03/2014 12:00:00 -
22/01/2014 11:50:39 -
03/12/2013 14:00:00 -
25/10/2013 18:00:00 -



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

Nossa gente!